Como dar uma turbinada na fanpage do seu Grupo Escoteiro?

Canva8Duas publicações deste blog tiveram uma boa adesão do público escoteiro em comentários, compartilhamentos e – bastante importante – em assinantes na fanpage do Facebook. As publicações, que ilustravam mensagens de Baden-Powell, foram feitas como teste de uma ferramenta online, gratuita, fácil de usar e que pode dar uma boa promovida na fanpage do seu grupo escoteiro, distrito ou região.
Como resultado deste teste, apareceu este artigo.

Continuar lendo

Escoteiros do Brasil e seu anúncio no Google.

anuncio-escoteiro-1A UEB – “Escoteiros do Brasil” decidiu apostar pelos anúncios no Google para promover sua página. Agora, muitos termos relacionados ao escotismo colocam o site nacional no topo das pesquisas neste mecanismo de busca. Isso parece muito bacana e eficiente para promover o movimento escoteiro, correto? Mais ou menos.

Continuar lendo

Objeto oculto a poucos cliques.

Abaixo vocês poderão ver uma lista de sites, com a devida descrição, que o blog “Café Mateiro” visita com frequência.
O conteúdo vai desde o técnico, com dicas sobre campismo, passando por lojas de equipamentos, entre outros.

É bom lembrar que, longe de ser um grupo fechado, a comunidade escoteira deve compartilhar, deve interagir em sites, blogs, fóruns e, sobretudo, repassar o conhecimento adquirido no escotismo.

Confiram.

Continuar lendo

Download – Aplicando o Sistema de Patrulhas – E-book.

Sobre o livro.

O “Aplicando o Sistema de Patrulha” é um livro escrito por E. E. Reynolds, o qual, entre outros cargos, foi dirigente na The Scout Association (Inglaterra) e editor da revista The Scouter – uma publicação dedicada aos escotistas, onde Baden-Powell escrevia regularmente.

Continuar lendo

Na Taberna do Pioneiro.

Ao lerem o título, mestres e dirigentes sentirão calafrios, ativarão os advogados, convocarão assembleias e tomarão os remédios para o coração, já que o assunto que envolve o consumo de bebidas alcoólicas e o ramo pioneiro é um desses temas que incomodam – sobretudo porque existe e nos é difícil falar sobre ele.
Na verdade, é um “problema” que pode ser contornado facilmente, unindo o útil ao agradável.

Continuar lendo