Desbravadores fazem evento por 300 reais no mesmo local do próximo Jamboree.

Os Desbravadores realizaram a sétima edição do seu famoso acampamento, o Campori (ou Camporee). O evento contou com a participação de 23 mil jovens e adultos.

A atividade aconteceu no Parque do Peão, em Barretos/SP, entre os dias 25 e 30 de julho.

Segundo o manual do participante (clique para ver), o valor da inscrição foi de R$ 165 sem a alimentação e R$ 315 com alimentação.
Os participantes puderam contar com estruturas como shopping, livraria, lavanderia, rádio exclusiva, entre outros.

VII Jamboree Nacional

A “Escoteiros do Brasil” realizará seu VII Jamboree Nacional em 2018, também no Parque do Peão na cidade de Barretos/SP, entre os dias 15 e 21 de julho.
Segundo o primeiro boletim divulgado pela associação, o valor da inscrição é de 640 reais sem alimentação.

A proposta do GT “Eventos Nacionais” e da DEN em desenvolver atividades com preços acessíveis não saiu do papel de forma significativa. Acontece que a taxa de lucro imposta pela instituição, além do gasto para cobrir a atividade, continua alta. Como apontado no artigo anterior, não é normal que se comemore superávit em atividades ao mesmo tempo em que restringimos o acesso da juventude ao escotismo, principalmente pelos preços praticados.

Indagada há mais de um mês sobre os valores do próximo Jamboree, a Diretoria Executiva Nacional decidiu que não deve explicações neste momento. É daí que vem o vídeo a seguir, gravado pelo mesmo escotista que tentou buscar uma justificativa nos tão comemorados “fóruns adequados”.

A igreja financia a atividade?

Não. A Igreja Adventista não financia o Campori. O evento se paga sozinho. São 23 mil Desbravadores pagantes e o valor da inscrição é de 315 reais, somando mais de 7 milhões de reais. Com este valor, a atividade é paga e, ainda, se obtém lucro.

Segundo um dos líderes dos Desbravadores, o que a Igreja Adventista faz é ajudar na base, ou seja, ela investe nos Clubes de Desbravadores. Seria como se a UEB repassasse um montante aos grupos escoteiros para ajudar na manutenção do efetivo local, na estrutura e na inserção do escotismo na comunidade – algo que não faz. Mas a igreja, neste caso, não investe um tostão no Campori.

E se investisse? Mesmo que investisse na atividade, não há problema. A UEB, com a receita de 12 milhões anuais que tem (segundo o relatório anual), com o superávit em atividades internacionais, com a isenção de ICMS, com o dinheiro do “Escotismo nas Escolas”, com o dinheiro de emendas parlamentares que recebe, com as parcerias público-privadas que tem, poderia tranquilamente subsidiar um Jamboree. Algo que também não faz.

Anúncios

15 pensamentos sobre “Desbravadores fazem evento por 300 reais no mesmo local do próximo Jamboree.

  1. Publiquei hoje este adendo no video do Eder:
    Vídeo de Eder Tadeu.
    Eder Tadeu publicou este vídeo. Está se sentindo lesado nos seus ideais Badeniano. Pensa que a Associação não lhe dá credito e nem resposta. É mais uma voz sozinha a gritar em um oceano vazio. Ele acredita no Escotismo de Baden-Powell aquele que privilegiava os jovens mais pobres dando a eles o escotismo para que pudessem vencer na vida. No entanto vê tudo inverso. Um escotismo de elite, feito para quem poder pagar e apoiar os lideres que não dão satisfação dos seus atos. Ele vê com tristeza o esquecimento das classes mais humildes que não podem participar. Ele conta na sua fala os altos preços cobrados e vê carismático o apoio que muitos dão e não deveriam dar.
    Eder Tadeu não está só. Tem muitos outros que também pensam assim. A maioria se cala e aceita. É difícil mudar o que está aí. Grande parte dos adultos que atuam hoje no escotismo são novos atraídos pela participação dos filhos e da filosofia que acreditam ser maravilhosa. São obedientes e disciplinados e nunca irão discordar, Eles não aprenderam como deveria ser o escotismo neste Brasil tão corrompido onde só os do poder e os que tem condições financeiras podem se manter.
    Convido a todos a ouvirem o que Eder tem a dizer. Pense, medite afinal será este o Escotismo de Baden-Powell que queremos? O que poderemos fazer para mudar?

    • …o que é realmente uma pena; pois deveria ser o ultimo, (e único) lugar onde isso jamais poderia acontecer. A cada dia chego mais à conclusão que foi um erro, a geração que propôs a unificação das Associações Escoteiras de então, (Década de 20

  2. se vc não aceita o imposto por eles ou simplesmente se coloca contra , putz ira sofrer a falta de apoio ou ate mesmo se for indicado para exercer função eles nao te chamam , realmente como na politica , heheheheeh isso é escotismo de inclusão ? se é pra quem?

  3. Por causa desse tipo de briga desisti do movimento. Voce esta errado em cobrar deles as justificativas dos valores. Ai daqueles que vao contra esse pessoal.

    Parabens desbravadores. Mostrem como se faz.

    • Não desista “do Movimento”, Rafael. Ele, nada tem a ver com esse “balaio de gatos” que se faz aqui no nosso país. Existem alternativas. E nem sempre elas passam necessariamente pela adesão a associações independentes. boa sorte.

    • Concordo com você Giovani, também sou assim, só participo de eventos nacionais quando minha tropa tem condições de participar. O escotismo é feito para os jovens, nós adultos só ajudamos.

      • Wemerson,
        Eu vejo vários Chefes que pensam isoladamente. Eles não conseguem motivar os seus próprios jovens a participar ou praticar o escotismo inclusivo. Sou um engenheiro (desempregado), eu preciso ter condições de conseguir convencer o jovem escoteiro a atingir objetivos cada vez maiores, sejam esses objetivos materiais (viagens) ou imateriais (caráter).

    • Tenho. Não subsidia nada. São 23 mil escoteiros pagando 315 reais, o que corresponde a mais de 7 milhões. Pra que precisa de subsídios com 7 milhões de reais para a realização da atividade?
      E mesmo que a igreja financiasse, a UEB também tem plenas condições de fazê-lo com seus 12 milhões anuais de receita, com a isenção de ICMS, com o dinheiro do “Escotismo nas Escolas, com emendas parlamentares que recebe, entre outros.

    • A igreja auxilia os clubes.

      A atividade foi feita com o que foi arrecadado, cerca de 7,3 milhões de reais. As únicas pessoas isentas são o staff (cozinheiros e profissionais de saúde) e o pastor distrital. O restante dos que partciparam pagaram para estar lá e o que foi arrecadado pagou o evento. É matemática simples: 23.000 X R$ 315,00 = R$ 7.245.000,00. Isto é metade do faturamento anual da UEB.

      Outra coisa: há uma ata do CAN onde consta que o último Jamboree nacional teve as despesas pagas com o valor de 2 mil inscrições, o que equivale, à época, a aproximadamente 1,3 milhões de reais. As outras 3 mil inscrições, algo perto de 2 milhões de reais, foram lucro.

      E, por favor, quem insistir no papo de subsídios da igreja, poste aqui a fonte da informação.

      • sou Escotista e também participo dos desbravadores, a Igreja auxilia as vezes comprando algumas coisa que os desbravadores vendem. POr exemplo, temos um evento em SC no final do ano e os clubes estão se movimentando a mais de tres meses, em minha cidade vendemos empanados e pés de moleque. As vezes a igreja ajuda com algum mantimento para baratear, caso a gente leve a cozinha, ou comprando. É bonito de ver a criançada vendendo para seus familiares e até alguns pais tb ajudam a vender em seus empregos.

      • Essa é uma das diferenças. No escotismo, como você sabe, também há campanhas de arrecadação para a participação em eventos, mas por vezes ineficazes porque o preço da atividade já sai encarecido na origem (na política da direção nacional). Acontece que o investimento nos Clubes é maior que o investimento da organização nacional dos escoteiros para suas unidades locais. Na verdade, no movimento temos a relação inversa: precariedade de unidades locais, principalmente pelo abandono do topo da pirâmide. Investir na base é uma tática eficiente para a manutenção do efetivo e, consequentemente, para presumir de inscrições em atividades.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s