O republicanismo dos diretores da DEN.

DEN-docOntem, depois da divulgação do artigo que trata sobre a insistência dessa espécie de tapetão que a atual administração deseja perpetrar, um dos diretores da DEN resolveu publicar uma republicana mensagem. É esta:

Prezados amigos,

A próxima Assembleia Nacional Escoteira, que será realizada no dia 23 de abril, irá deliberar acerca da legalidade da candidatura do associado Antônio Nunes, eleito ao cargo de conselheiro nacional na assembleia anterior. Seu mandato (eleição) é questionado porque o mesmo foi indicado por uma assembleia regional extraordinária cuja convocação não atendeu às regras da instituição e sua inscrição para o pleito nacional ocorreu de forma atemporal, flagrantemente irregular, sendo que ambos os fatos não eram conhecidos pela Assembleia que o elegeu.

É sabido por todos que um dos efeitos desta irregularidade, além do questionamento gerado por aqueles que se candidataram de forma regular, respeitando todas as regras, foi a eleição da Diretoria Executiva Nacional ter sido decidida por apenas um voto de diferença, fazendo ainda uso de liminar judicial que hoje não está em vigor.

Nos últimos dias várias pessoas têm me indagado se a eventual impugnação e a consequente perda do mandato do referido conselheiro resultaria numa alteração da eleição da Diretoria Executiva Nacional, sobre o qual tenho frequentemente respondido o seguinte:

1) A perda do mandato do referido conselheiro que foi eleito numa assembleia irregular NÃO irá resultar em novas eleições para a Direção Executiva Nacional;
2) Esta eleição já é fato consumado e independente do que a assembleia deliberar, NÃO vou rediscutir o resultado das eleições da Direção Executiva Nacional.

Acredito ser este o posicionamento mais republicano possível, com o qual deixo o plenário da próxima Assembleia Nacional Escoteira o mais à vontade possível para deliberar sobre esta questão, sem a eventual ameaça de consequências políticas quanto à transição diretiva que já esta em curso.

Desta forma, portanto se por acaso você ouviu alguém dizer que o julgamento do mérito desta questão possui este tipo a intenção, que não somente a legalidade e moralidade de como elegemos nossos representantes, e de como tratamos as normas da nossa instituição, aproveite oportunidade para avaliar seus interlocutores.

Forte abraço a todos.

Antes de dar resposta ao que se lê acima, menção ao conceito de republicanismo atual: é aquele onde há um mendigo sentado na calçada e, ao lado dele, passa o dono de uma empreiteira. Os republicanos dizem que os dois estão em igualdade de condições porque ambos têm “direito ao voto”.

Além da dificuldade em conciliar as boas palavras com as ações, de não saber conciliar este neorrepublicanismo com os fatos, a atual diretoria executiva resolveu exercitar um novo dom: o discurso do nada.
Em todo caso, é melhor seguir o conselho dado. Escolham melhor seus interlocutores e, muito mais, quem vocês desejam para representar uma instituição.

Segundo a republicana mensagem do diretor, parece que ele vai respeitar a eleição da DEN sem contestá-la. Isto não deveria ser notícia, mas é. De fato, não precisa colocá-la em dúvida quando há quem talvez possa assumir a tarefa por ele. Foi o que aconteceu na intervenção do Maranhão, onde a direção executiva decidiu cassar o mandato do conselheiro Antônio Nunes para privilegiar uma das chapas da DEN. Mas não foi a DEN quem solicitou diretamente a intervenção, apenas a executou a pedido de um conselheiro do Ceará (Rafael Matias), que subitamente adquiriu elevado interesse em outra região (o Maranhão).

Também foi o caso do Paraná. A DEN apenas executou a intervenção a pedido sabe-se lá de quem.

Nos dois casos – e isso o diretor estranhamente não aborda na sua nota – a intervenção foi ilegal. Não porque estou dizendo que foi, mas porque o Estatuto da UEB assim o estabelece através do art. 17, VII e XIII – que reserva somente ao CAN o privilégio de anular assembleias e decretar intervenções. Também, ao contrário do que afirma o republicano diretor, o CAN decidiu que a liminar teria valor independente de sua duração até ao menos a realização da Assembleia Nacional – ata nr. 81 do CAN, 4º item. E que, bom lembrar, o judiciário classificou a intervenção como ilegítima.

Mas, afinal, por que foram realizadas duas intervenções regionais, sendo uma dias antes da eleição para a DEN e outra (com participação da diretoria executiva na mesa) dias antes antes da AN que tratará sobre o mesmo assunto? Isso só o republicanismo pode explicar.
E lembrem: sigam o conselho dado. Avaliem melhor seus interlocutores e, muito mais, quem vocês desejam para representar uma instituição.

Anúncios

32 pensamentos sobre “O republicanismo dos diretores da DEN.

  1. Há muita desinformação jurídica sobre as consequências da eventual queda do Conselheiro Nunes na AN que se aproxima. No que pese informarem, com toda pompa e circunstâncias, que a eleição da nova DEN é “fato consumado” e que a decisão de cassar o mandato do Nunes como conselheiro não ensejará outra eleição para a diretoria nacional, a verdade não é bem esta.

    Pode ser que o Rafael Macedo, como republica e democraticamente se manifestou ontem (13/04/2016) em seu perfil do Facebook, não vá contestar a legitimidade da reunião do CAN que elegeu a nova diretoria. Que ele também, caso este complexo “castelo de carta” desmorone, não seja candidato em eventual nova eleição, vá lá. Mas afirmar que a queda do conselheiro Nunes não gerará efeitos na eleição da DEN, “data maxima venia”, não condiz com a verdade.

    Mesmo votando por força de liminar, a legitimidade do voto do Nunes pode ser facilmente questionada junto à Justiça por qualquer associado, já que a liminar já caiu e houve um acordo judicial para que a controvérsia seja resolvida na assembleia nacional. Isto fez com que a questão saísse do âmbito do judiciário e caísse, novamente, no associativo. No caso da queda do conselheiro maranhense, uma ação anulatória é perfeitamente possível junto ao judiciário, inclusive com elementos fortes. Neste caso, juridicamente falando, mais importante são os termos do acordo judicial entre a UEB e o Nunes, do que a liminar em si.

    O acordo entre UEB e Nunes o mantem como conselheiro “pelo menos” até a próxima assembleia Nacional. Não há nenhuma garantia jurídica para o conselheiro que após a AN ele se mantenha no cargo, independente da AN deliberar ou não sobre o assunto.

    Em tese, basta uma manobra, com o apoio da maioria dos delegados, para retirar da pauta a apreciação do caso e assim que o presidente da AN declarar o fim da mesma, Nunes deixar de ser conselheiro do CAN; Nem há necessidade de se desgastar com uma votação. Mas melhor eu reforçar: EM TESE. Mas como temos uma direção muito republicana, obviamente isto não ocorrerá.

    Como delegador regional por Minas Gerais farei apenas 3 questionamentos quando formos decidir este caso. São perguntas que, com certeza, devem ser feitas e bem respondidas por quem de direito. Isto se nossos republicanos líderes não arranjarem um jeito de me cassar a palavra ou a impedir.

    Prevejo tempestades em Campo Grande.

    • Engraçado Ricardo, você esbraveja em todas as redes sociais, aqui no café mateiro, mas chegou na Assembleia Regional de Minas mal conseguia se expressar, acho que você escrever é um leão mas na frentes das pessoas cara a cara é igual a um gatinho abandonado com cara de piedade.

      • perfeita a análise. falar é fácil, fazer é para quem fala pouco. Afia tua machadinha e vai cortar lenha Ricardo.

  2. Interessante, procurem o perfil destes dois ai, Robleño do Café Mateiro e Ricardo Machado de MG no Facebook e procurem eles aplicando um, eu disse um jogo apenas numa seção escoteira. São pessoas que só sabem gargantear, falam, falam e fazer, nunca fizeram. procure um grupo escoteiro e vá acampar com a garotada, fará muito melhor a juventude e ao ME.

    • Acabei ficando na dúvida se deveria responder alguém com um IP do Paraná que se passa por “Sônia”, exatamente de Curitiba, que muito bem pode ser alguém do Escritório Nacional indicado para defender a situação. Mas como os artigos deste blog andam incomodando a casta que se instalou na associação nacional, tenho convicção de que estou no caminho certo. Vamos lá.

      Citar perfis aleatórios do Facebook e selfies com crianças, como se fossem uma ficha 121 que deveríamos presumir, é pueril e não deveria fazer parte do repertório retórico de um adulto que se define como tal. Ademais, serelepando por aí, você deve ter encontrado o perfil de Baden-Powell. Lá, vai ver apenas duas atividades sendo dirigidas por ele em toda sua vida: o acampamento de Brownsea e o acampamento que inaugurou a modalidade do mar. E só.

      Acontece que, à diferença de vocês que acreditam que alguns jogos com bolas e correria é o máximo que se pode fazer pela juventude, B.-P. era um ser político preocupado com a institucionalização ou aparelhamento do escotismo. Tanto que ele insistia na premissa de que não deveríamos, facilmente, entregarmo-nos à primeira versão das coisas.

      Sabe o que é melhor para juventude? É que uma diretoria executiva não impeça que jovens atuem na abertura de um Jamboree para garantir a presença de um político e dinheiro público.  O melhor para a juventude é que ela não seja cobrada em dobro para participar em um evento. O melhor para a juventude é que ela não seja manipulada para votar em um governador que caiu na graça da direção nacional. Mas o melhor mesmo para juventude é que seus tutores a tempo parcial (os “chefes escoteiros”) atuem por eles para que este panorama mude. No entanto, é por adultos como vocês que este cenário de imobilismo não muda. Não é pela DEN ou CAN que existe um problema, senão pela conivência e pela política relativista como a sua que a juventude brasileira não consegue alcançar o escotismo. E, no melhor dos casos, vocês andam muito preocupados com a juventude como para perder tempo com um blogueiro, verdade?

      • É aquela coisa: grande pessoas discutem idéias, pessoas pequena discutem outras pessoas e, pior, usando fakes o que já demonstram o receio de mim. Por aqui sempre acontece.

        Quanto a aplicar jogos, se isto for sinal de ser “bom escotista”, não teríamos um célebre escotista paulista, que chegou a ser coordenador de ramo, um cara incensado por todos, inclusive pela Nacional, preso pela Polícia Federal por fazer parte de um esquema internacional de pedofilia. Era um cara que todos os sábados estava no seu grupo escoteiro aplicando “jogos” para lobinhos.

        Também temos a história de um jovem diretor, também muito ativo, exímio aplicador de jogos, membro da Rede de Jovens que está preso por ter matado a filha de 4 anos.

        Eu fico muito feliz em saber que as únicas coisas que estes covardes podem falar de mim é que sou “garganteador”, “não aplica jovens”, “é um gatinho”.

        Pq do tal “Scouts” eu posso dizer que foi o cara que comemorou, por conta de fanatismo religioso, a morte de Chefe Vander Veloso, posso dizer que ele abandonou sua tropa, no meio da noite, em um acampamento. Eu, nunca fiz nada disto.

        Vejamos o que mais eu posso dizer que nunca fiz dentro do Escotismo: nunca aumentei mentirosamente a taxa de nenhuma atividade, como aconteceu no Jamboree do Japão;nunca publiquei atas, as tirei do ar e retornei com o texto adulterado; nunca fiz manobras espúrias para anular assembleias para forçar votos de desempate em favor do meu candidato ou chapa; não apareço em fotos com políticos corruptos cujos nomes constam na lista da Odebrecht e são investigados pela Lava-Jato; não criei um novo vestuário pq não gostava do azul mescla; não coloquei a empresa do meu aliado, mesmo a tíitulo “pro bono” para fazer o logotipo da minha associação; não me autoindiquei a ser reconduzido a um cargo que já ocupava; não chorei em frente aos conselheiros do CAN pedindo por mais um mandato; não fiz e não permiti propaganda política em site oficial da instituição; não dei medalha Cruz de São Jorge ao prefeito Fruet, citado na lista da Odebrecht; não anulo, sem competência estatutária para tanto, assembleias regionais; não descumpro normas nacionais e deixo quem não está apto votar em assembleias; não embolso taxas e registro quem pagou como isento; não abro processos fajutos na comissão de ética para prejudicar desafetos… e a lista poderia prosseguir por horas.

        Eu até fico feliz que este tipo de gente venha aqui falar o quanto eu não aplico jogos aos jovens (até as hienas devem saber que sou dirigente eleito do meu GE) enquanto comemoram a morte de um escotista que nunca fez mal a eles pelo simples fato de ser maçom, abandonam atividades grupais no meio da noite e tiveram entre seus contatos, como referências de grandes escotistas, pedófilos e assassinos, assim como aparecem em dezenas de fotos na internet fazendo pose ao lado de políticos corruptos, colocando lenços em seus pescoços e medalhas em seus peitos.

        Enquanto o que tiver para falar de mim é como parecia um “gatinho abandonado e com cara de piedade” na AR, como fico garganteando na internet, como não aplico jogos aos jovens do Grupo Escoteiro, continuarei a dormir tranquilo.

    • Sônia, dizem as más línguas aqui pelas bandas de Minas Gerais que o Sr. Ricardo Machado além de não trabalhar com a juventude ainda “ganhou a IM”.

      Aqui em Minas, sabemos e presenciamos ele receber uma IM de Escotista sem ter no mínimo um seção para trabalhar, nem como assistente, alias ele ficou vagando apenas registrado sem ter grupo pois o seu GE de origem ele não deu conta e acabou fechando, na época ficamos estarrecidos e perguntando “como ele aplicou um ciclo de programa?”, como determina a prática supervisionada do Nível Avançado Escotista, hoje o mesmo tem já um Grupo que por piedade (louco deles) aceitaram esse cidadão em suas fileiras, e pior, elegeram ele para diretoria, mas cada uma sabe da cobra que cultiva. Ainda, esse cidadão queria tanto uma boquinha na Diretoria Regional que conseguiu ser Diretor Regional para tomar conta de Monumento aqui em BH, que digamos a nomeação (papel tá tudo ok ele até aparece as vezes com lenço da nacional) está tudo ok mas o monumento tá caindo aos pedaços, é claro o importante é ele ter o papel para se impor em alguma coisa no Distrito e Região.

      Sônia ele diz que seu IP é do Paraná logo então o Café Mateiro é de sua propriedade pois não conseguimos ver o IP de quem escreve só o proprietário. Então tudo aqui postado é da responsabilidade do proprietário civil e criminalmente!

      O mesmo comentou sobre nós, meros fakes que não temos coragem de mostrar nossa cara, mas o próprio “Café Mateiro” não tem “expediente”, responsável pelas matérias também é um FAKE pois não tem “blogueiro” responsável ou endereço da sede do Blog, ele como bacharel em direito deveria se atentar a isso.
      Olha eu já sabia, como todos sabemos, que essa DEN é fraquinha e que gosta de bater em cachorro morto, porque por muito menos eles vivem abrindo medida disciplinar ou fazendo resolução de interversão, como mencionei é uma pena que a DEN bate só em cachorro morto, queria ver ele ter que responder e apresentar provas de tudo que ataca aqui no Café Mateiro.

      Continuemos de olho no cidadão que na foto do Face é cachorro mas não passa de um gatinho mimado cheio de discurso e pouca prática.

      • E os cães continuam latindo.. .se acha que tem alguma coisa que me desabone dentro do ME, que eu tenho de responder por alguma coisa, faça o seguinte: seja homem e envie uma representação a comissão de ética contra mim. rsrsrs… Mas como fazer isto, né? Dai você teria que mostrar a cara, dar nome e sobrenome, e todos saberiam que é p escotista católico que comemorou a morte do Chefe Vander e abandonou uma atividade pq deu chiliquinho, Quanto a minha IM, até tentaram não a aprovar, mandando 3 IM’s lerem o meu caderno com a esperança de algum deles darem pau… mas aconteceu o contrário. E quanto ao meu GE, vai bem obrigado: padrão prata ano passado, não chegamos a metade do ano e já somos prata novamente, dia 17 sai uma reportagem na imprensa sobre um projeto que estamos desenvolvendo lá. E claro, o covarde vai continuar usando de fakes para conversar fiado e me atacar, pq mesmo com tanto tempo a mais de Escotismo que eu faz pouco tempo que conseguiu fazer o curso avançado. Se você fosse o homem que diz ser por ai, daria a cara para bater, mas covardes agem nas sombras, diferente de mim. Quanto ao monumento… rsrsrs… eu pelo menos estou trabalhando para a restauração, fui lá e apresentei projeto… e você fica usando a rede da BHTRANS em horário de trabalho para falar merda. rsrsrs… você é uma piada, coroinha… Fiquem de olho em mim mesmo… dai, quem sabe, não aprendem a ser homens, honestos e dar a cara para bater. Qualquer coisa que vem de gente que se esconde atrás de fake, para mim, é elogio. No mais, acha que aqui se cometeu algum ilícito onde caiba ações civis ou criminais? As tome… simples… mas como disse, para isto tem de aparecer a cara, ter nome e sobrenome, né? A sua valentia acaba quando tem de mostrar a cara. E claro, a “piedade” foi tanta dentro do meu GE, que com 1 mês que estava lá era o diretor técnico interino e com 6 meses sou diretor eleito. E nem precisei criar um GE novo para manter no ME, como você fez. rsrsrs Continua latindo que eu continuo seguindo, beijador de anel. E, claro, fique mesmo de olho em mim para aprender o que é Escotismo. Tô esperando a representação no conselho de ética.

  3. Boa noite! Ao que vejo, sendo republicanos, democrata ou até bolivariano, o mais importante não é o escotismo? E como a Sônia disse, e é o que venho batendo na mesma tecla, o movimento está ficando somente na esfera política; fiz um comentário certa vez no meu perfil do facebook, que a maioria dos nossos dirigentes não sabe nem executar um simples nó de escota!
    Ficam nessa disputa de poder, da aparência, de eu fiz mundos e fundos, mas na realidade é só política, ultimamente podendo ser comparada a outras esferas governamentais em nosso país. O umbigo virou rei!
    Estou fora do movimento por conta destes jogos de interesses, dessas aparências, e no final de tudo isso, ainda sou contabilizado como membro efetivo da instituição! Palhaçada né??
    Senhores Delegados, vão até as crianças, aos jovens, aos chefes (eu repito, chefe escoteiro) e saibam deles quais suas verdadeiras necessidades. Vão até àqueles que saíram do movimento por “n” razões, mas em sua maioria por não concordarem com as ações tomadas por diretorias de “almofadinhas”, e analisem o que fez estas pessoas largarem um ideal, o que as fez desistirem do movimento.
    E assim, perdem espaço para outras entidades escoteiras, em âmbito civil e também judicial, sem contar que das suas limitações, da simplicidade, o potencial de crescimento é imenso, porque está focado apenas no verdadeiro escotismo!!!
    Pensem bem, até onde vai essa onda de republicanos, democratas, bolivarianos, esquerdistas, de direita…pensem bem onde irá parar nosso escotismo.

  4. Falácia ad hominen.

    Quando não se tem como atacar o argumento, se ataca o argumentador. Mas eu compreendo a limitação intelectual de vocês.

    É o melhor que vocês conseguem fazer e ainda usando fakes?

    O que diz que eu fiquei como “gatinho” entrou mudo e saiu calado, isto sem falar que comemorou a morte de Chefe Vader Veloso.

    A tal “Sonia” e o outro “Ernesto” ao menos tiveram coragem de se identificar também pq não tem está coragem.

    E vem falar de fazer alguma coisa?

    E por favor, nada de falar do “anonimato” de quem escreve este blog para justificaria a covardia de vocês pq até as pedras sabem quem é.

    O fato é que estarei como delegado regional em Campo Grande. Se algum de vocês tiverem peito para vir falar comigo, estou à disposição. Pq, realmente, usar fake e falar merda na Internet é fácil. Mas como na assembleia regional de Minas Gerais, não teve nenhum valente para chegar perto de mim.

    Os cães ladram (e muito) e a caravana passa. Se vivem as sombras de dirigentes nacionais, se são puxa-sacos inveterados (ou os próprios que são aqui mecionados) sinto muito. Deve ser muito ruim ser vocês.

    Estou esperando os valentes em Campo Grande. E o de BH, sabe meu endereço. Vem tomar um café comigo. rsrss

  5. falar de anonimato é fácil, dificil é assumir que são os autores deste CÉLEBRE blog.
    ricardo querido, vc acha que o mundo gira ao seu redor. seu e do seu querido amigo fernando. vai trabalhar meu caro, essa vida de investigador de internet n pega bem. Curitiba tem escotista com cérebro tmb, que acompanham sua falação e q n vem muita ação. ladra demais pela internet, fala de menos na cara das pessoas. é medo?
    em vez de se defender acusando os outros, como é bem comum no escotismo, vc devia, quem sabe, INOVAR, e se defender usando argumentos a seu favor.
    “falar o que ngm fala”, “Nao fazer nao sei o que’ nao significa que vc tenha feito algo positivo. quando nao tem nada de bom pra falar, o melhor é NAO FALAR.
    para que ta feio.

    • Tem escoteiro com cérebro, Ju? Por isto que precisam se esconder atrás de fakes? Se vivem citando o Fernando como autor deste blog, como podem alegar desconhecer quem seja o autor? rsrsrs… isto é ter cérebro? E na cara de quem que vc quer que eu fale, Ju? Medo eu acho que tem é que, nem atrás de um computador, a kilometros de distancia, tem coragem de falar o que pensa se identificando, como no seu caso. Se se esconde aqui, imagina pessoalmente. rsrsrs.. .Agora, fala ai na cara de quem que vc quer quer eu fale alguma coisa e eu falarei. Do Macedo, de alguém do CAN? Pode ter certeza que se não cassarem minha palavra vão ouvir tudo o que eu escrevi aqui e mais. E se for lá em Campo Grande, me procure e me mostre como é ter coragem e fale cara-a-cara comigo. Aliás, você e qualquer um.

    • Eu não preciso me defender de nada, cara “Ju”. Se o máximo que vocês podem falar de mim é que eu não falo nada, que fico calado em assembleias, que fico de falação na internet, tô feliz. Seria problemático é se eu precisasse de usar um fake ou pedir amigos para atacar algum desafeto meu sobre cobranças indevidas em atividades ou pq tenho pedófilo e assassino no meu perfil de internet. rsrsrs E seja, ao menos, coerente: ao mesmo tempo que assume que somos os autores deste blog, diz que não sabe quem é; Infelizmente, eu não sou autor deste blog, mas até gostaria de ser. É bem bacana ver como as hienas se incomodam e se agrupam para defender suas posições. E claro, tenho tanta vaidade quanto a minha nomeação na Regional, que ao menos uso o listel da diretoria. Quanto a trabalhar, bom… tô com as contas pagas, com a conta bancária bacana, e posso reservar meu tempo para bater boca com gentinha. Me relaxa.

  6. ah, pera que vou pegar o dicionário aqui pra ficar latindo bonito que nem os amigos aqui, que falam falam e n dizem nada.

  7. “Esquema internacional de pedofilia”??
    MEU DEUS, eu achei que já tinha lido muita merda por aqui mas vcs se superam a cada dia heim? Vão carpir um lote meus amigos, já que bem pro escotismo nenhum de vocês está conseguindo fazer. Falam de mudança mas não tiram a bunda da cadeira.

  8. ah, mas como dizem, vamos ver se chove mesmo em Campo Grande. Vamos ver se esse cão que ladra consegue morder.

  9. E para finalizar minha participação… aposto um doce de leite com queijo que o Sr. Ricardo Machado vai ficar encolhido la no fundão…. ele esbraveja mesmo é no teclado e na tela do PC

  10. Bom dia irmãos !! Meu nome é Antônio Cosso, sou pioneiro de MG. Posso ser equivocado em algum ou vários dos meus posicionamentos, mas senti que deveria colocar aqui meu modo de pensar. Acho justo e necessário que existam canais no ME que apresentem uma figura do mesmo que não é tão clara à todos, inclusive admiro o café mateiro nesse ponto. Porém vivemos uma era no escotismo brasileiro que muitos problemas vão à tona e discussões e questionamentos como esses nascem. Eu como jovem, vivo isso na minha Tropa Escoteira, GE , distrito, região, desde que me entendo por gente. Mas sempre que isso acontecia, enquanto um não tomava a frente e se colocasse disposto a resolver o problema só se tornava uma bola de neve que rolava e crescia. Sem querer julgar ninguém, mas acho que todos que acham injustiças no movimento devem lutar contra isso da forma que podem. Existem cargos no movimento a serem preenchidos, assembleias onde a sua voz pode ser ouvida, jovens precisando de chefes que auxiliem no crescimento deles. O escotismo praticado como escotismo é a melhor coisa do universo, mas tudo em que deixam a politicagem e a crença de existir um líder à frente de uma atividade, região, grupo acaba dando errado no final. A definição líder cabe nas instituições na qual existam subordinados, vamos focar mais em sucesso em trabalho, do que hierarquias imaginadas. Comentários criticando os outros sendo eles anônimos ou não acabam sendo perda de tempo, tempo que poderia estar sendo bem aproveitado pró ME. Não quis ofender ninguém, nem criar mais polêmicas, até porque como vários pioneiros amigos meus pregamos o contrário disso. Mas deixo aqui meu apelo para um escotismo melhor, menos político e mais escotismo nível Brownsea.

  11. Estarrecedor. O serviço que o Café Mateiro presta ao escotismo do Brasil não tem paralelo. Agradeço ao esforço deste blog.

  12. E, claro.. tô morrendo de medo de quem está vendo a minha “falação” na internet. Seja de Curitiba ou de qualquer outro lugar. Aliás, no meu perfil no Facebook tem meio mundo da diretoria nacional e de algumas regionais. São 6 anos falando o que eu tenho de falar de cara limpa… se alguém que anda me lendo achar que tem elemento para me representar na comissão de ética, estou esperando. Como bem disse o “beijador de anel”, por muito menos já envolveram outros oposicionistas em processos na CNED, Ainda não fizeram contra mim pq? Preferem usar fakes em comentários de blogs achando que vão me intimidar? Falar merda sobre responsabilidades civis e criminais? Se tem motivos legais para me processar,me processem, oras. Seja na comissão de ética ou na Justiça comum. Aliás, eu adoraria que isto acontecesse. Chego a Campo Grande dia 20/04 ao meio dia… por volta das 13 horas já devo estar no hotel. Se algum corajoso quiser me procurar para falarmos cara-a-cara, como dizem que eu não faço, estou a disposição. E este aqui de BH, que sempre que passava por mim na AR abaixava a cabeça ou mudava de rumo, pode me procurar… tem meu endereço. =)

  13. Aliás, vou deixar a coisa interessante: visto as menções desairosas a minha pessoa, o cometimento de crimes contra a honra nos comentários dos fakes, que cometem o erro de achar que são intocáveis, vou me dirigir agora a tarde e fazer uma nota cartorial destes comentários, solicitar via Justiça que o autor do blog forneça os IP’s do envolvidos e tomar as medidas civis e criminais. Pq, com o IP, será fácil chegar a estas pessoas. Vou mostrar o quanto este cachorro aqui morde. Acompanhem lá no meu Facebook, pq tenho certeza que pelo menos 2 de vocês estão por lá.

  14. Ernesto e Sônia são a mesma pessoa com fakes diferente. IP e Chapecó

    Scout – de São Lourenço… quem diria… quem é um desafeto meu de São Lourenço dentro do Movimento Escoteiro… nossa, que dificil saber quem é… rsrs.. será que é um ex-dirigente que bateu boca comigo no meu perfil no Facebook há um tempo atrás?

    Tô aqui “babando”… rsrs

    Amadores. Humpf.

  15. Ernesto e Sônia: 189.7.180.140. Dois fakes em um mesmo local, obviamente a mesma pessoa. A cidade é Chapecó/SC. Que difícil relacionar alguém de lá com esta situação, né?

    Outro (177.75.213.77) de São Lourenço… sério? São Lourenço/MG?

    JacksounJJ – 177.92.39.245 – este é de Curitiba. Um doce para quem souber onde está localizada esta máquina.

    196.52.21.108 – Este é mais chique. EUA. Certamente usando um programa para camuflar IP. Deve ter assistido isto em “Missão Impossível”.

    Que amadorismo… eu esperava mais deste pessoal. Tá muito fácil.

    Está indo hoje para o DERCIFE. Verão o quanto este cachorro aqui morde.

  16. É! Tenho que admitir… Café Mateiro disse tudo. É bem assim mesmo! Como associada da UEB fico estarrecida e triste com as manobras articuladas da DEN. VIXE! A politicagem de Brasilia perde feio para a da DEN! Bons tempos aqueles em que tinhamos verdadeiros LÍDERES ESCOTEIROS no comando do ESCOTISMO. SAUDADES de B.P!!!

  17. Ola!acho sua definição de republicano equivocada.no sentido que escreveu só pareceu mostrar que estava do lado mais ‘progressista”.Algo que BP não tinha muito apreço.acho também que você foca só em mostrar o que não concorda,vejo muito pouca proposta da sua parte e muitos comentam que você faz muito pouco na prática(muito comum no progressismo).contudo não o conheço e seria interessante se identificar.Abraços

    • A diretoria do Paraná permitiu que grupos sem o “certificado de funcionamento” pudessem votar na Assembleia Regional. Eles erraram. Mas o interessante é que o vice-presidente da DEN fazia parte da mesa desta assembleia e não se pronunciou sobre a irregularidade. E a DEN, novamente, exerceu um papel que não é seu: intervir em uma região.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s