Como presentear um Grupo Escoteiro?

Quando comemoramos o 54º aniversário do grupo onde me encontrava recenseado, preparamos, para a ocasião, um teatro com alguns flashes sobre a vida de Baden-Powell. O roteiro desta peça, por certo, pode ser encontrado aqui.

Sentimo-nos originais e, de certa maneira, “bobos” porque a peça foi muita bem interpretada pela tropa. Os pais aprovaram e os escoteiros também.

Foi uma forma que encontramos de presentear o grupo, assim como oferecer uma grata surpresa para aqueles tinham ido à festa comemorar os 54 anos de história daquela unidade escoteira.

Há outras maneiras de se comemorar uma data como essa. Alguns fazem bolos enormes, outros fazem festa à fantasia, outros preferem uma reunião entre amigos para contar “causos de acampamento”, assim como há os que fazem um encontro mais singelo. O importante, na verdade, é que naquelas horas, quando todos estão reunidos, os pensamentos se encontram e vão parar em cada parte da história do grupo e em cada pessoa que o ajudou a crescer.

Este ano, 2011, o Clã Pioneiro Lady Guinevere, do Rio Grande do Sul, pensou em algo diferente. Decidiu presentear com uma “Torre de Vigia” o seu grupo, RS161 G.E. Acauã, que cumpriu o seu trigésimo aniversário.


A construção

A torre tem 11 metros de altura e levou cerca de um mês para ser construída. O local escolhido foi um acampamento, que marcou as comemorações do aniversário.

Participaram do projeto o Clã Pioneiro Lady Guinevere, os escotistas do RS161 G.E. Acauã, assim como o recém criado clube Flor de Lis desta unidade escoteira.

Quando o escoteiro realiza um projeto, o faz bem feito, e a torre não deixou por menos: além de construída com maestria, passou pela vistoria dos bombeiros e recebeu um aval técnico de um engenheiro para que pudesse permanecer montada durante o período de 1 mês sem riscos para os ocupantes. Passado este mês, a torre será destruída.

Fica aqui, então, postergado para um futuro, as imagens desse presente.

Anúncios

Um pensamento sobre “Como presentear um Grupo Escoteiro?

  1. Aqui foi a constatação do que se pode entender por fraternidade escoteira. Nem o adulto que informou e nem o GE escoteiro aniversariante e tanto menos o adulto responsável pelo blog se conhecem.

    Nunca se viram, mas desde sempre são irmãos. Assim como nós todos, deveríamos ser.

    Note-se que, sendo os jovens a finalidade do movimento, não um nome de adulto mencionado. Total transparecia. Vejam e se possível façam saber, via diversas listas escoteiras de discussão, os que os jovens fazem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s