Receita mateira para você fazer no 7º Jamboree Nacional

Aproveitando o clima das festas juninas (olha a cobra! É mentiiraaa), este blog não falará do preço inclusivo, justo e que cabe em qualquer bolso da inscrição do Jamboree Nacional. No lugar, passará uma receita de comida mateira para você e sua patrulha.

Adivinhem…é mentiiraaa.

Seguindo o vídeo postado por um escotista em que questionava o valor da atividade, fazendo eco a muitas vozes, repassemos o que se sabe do Jamboree até aqui. O vídeo pode ser visto no rodapé deste artigo.

Continuar lendo

Fica decretado: abolir um lenço nos enche de sentimento de unidade.

Se vocês estiverem prestes a concluir um curso de administração, relações-públicas, publicidade, jornalismo, vocês devem fazer um TCC sobre como o escotismo brasileiro lida com certas situações dentro de sua forma organizacional. Chega a ser surreal como se tenta artificialmente imbuir um sentimento de “unidade” com ações estéreis do tipo…trocar um desenho, uma cor ou abolir um lenço. Ou seja, assuntos periféricos passam a ter contundente relevância, desde que nos ajudem a propagandear que uma gestão “está se movimentando”, nem que seja numa partida de ludo.

Continuar lendo

“Escola progressista” e escotismo.

John Dewey x Baden-Powell

A UEB – “Escoteiros do Brasil” tem uma parceria com o Café Mateiro. Vamos trocando pautas entre nós.
Anísio Teixeira estava na lista para o próximo artigo do blog, mas a UEB se adiantou e não só publicou uma notícia como prestou uma homenagem ao educador no último Congresso Nacional.

Anísio Teixeira foi uma figura importante para a educação brasileira. Principal signatário do Manifesto dos Pioneiros e promotor do movimento Escola Nova, pensava em uma escola democrática, inserida na sociedade, com uma metodologia crítica e dialógica.

Continuar lendo

Escotistas de SC e o “verdadeiro escoteiro”.

Promessa EscoteiraEsta história chegou por e-mail.

Um escoteiro e sua mãe foram comprar um meião preto num centro comercial de Santa Catarina. O meião era para compor o uniforme de um grupo escoteiro não filiado às associações nacionais, seja UEB, AEBP ou qualquer sopa de letrinhas.

O garoto, ao avistar dois adultos com uniforme escoteiro na loja, entusiasmou-se e foi cumprimentá-los. Os escotistas, ao pegarem o lenço do garoto (que também andava com seu uniforme) perceberam que ele não era filiado à associação majoritária, a UEB – “Escoteiros do Brasil”. Não tendo nada melhor que falar, os dois adultos disseram que ele não deveria se chamar “escoteiro”, mas “amigo de B.-P.”, e completaram, para a perplexidade da mãe que o acompanhava: “se você fosse escoteiro, você estaria no congresso regional escoteiro agora”.

Continuar lendo

Pioneiro é visto vendendo pâncreas para pagar o MutPio.

A tentação de falar sobre espeques, barracas, bigodes de Baden-Powell continua grande. Mas ainda maior é a tentação de seguir o conselho de alguns leitores (os mesmos que estimulam a prática de preços como os que se abordarão neste artigo) e transformar o Café Mateiro numa espécie de “Sensacionalista” do escotismo. Ou melhor, numa espécie de “Surrealista”, porque as notícias que chegam sobre o escotismo brasileiro a este espaço já passaram, há tempos, do mínimo que se espera em cordura institucional.

Continuar lendo